O escocês Andy Murray, de 32 anos, está de regresso ao Mundo do Ténis no Torneio de Queen´s, entre 17 e 23 de junho, considerado o melhor ATP 500 nos anos 2015 e 2016. O ex-número um do Mundo tem como meta pisar novamente a sagrada relva de Wimbledon.

Sem dores que o afastaram do Mundo do Ténis em janeiro último, após uma derrota no Australian Open, Murray, que alcançou o topo mundial em 2016 (esteve durante 41 semanas como número um do Mundo), está de regresso a Queen’s, fazendo par com o espanhol Feliciano Lopez.

pub

Máximo vencedor do torneio, com cinco triunfos (o último título conquistado em 2016), o escocês procura ganhar ritmo para regressar ao palco que o consagrou em 2013, quando, em Wimbledon, conquistou um dos seus três títulos singulares do Grand Slam (também tem no curriculum dois títulos olímpicos, em 2012 e 2016), derrotando na final Novak Djokovic por 3-0 (6–4, 7–5 e 6-4). Os restantes dois foram alcançados no US Open, em 2012, e novamente em Wimbledon, em 2016, além do título na Taça Davis, em 2015.

Os confrontos de Murray contra Federer, Nadal e Djokovic
Os confrontos de Murray contra Federer, Nadal e Djokovic

Para Queen´s, Murray admitiu que não tem grandes expetativas, referindo que jogar é já por si uma vitória, tendo em vista as dores que sentia na anca antes da operação de que foi alvo.

«Para mim, apenas estar no court e sem dores é suficiente», afirmou.

Na primeira ronda, Murray e Lopes defrontarão os colombianos Juan Sebastian Cabal e Robert Farah, favoritos ao triunfo final. Em pares, o escocês apresenta 67 vitórias e 71 derrotas. Com dois títulos, a sua melhor qualificação foi o 51.º lugar.

pub

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here