No próximo domingo, Benfica e Sporting disputam mais uma Supertaça Cândido Oliveira, que é disputada em um único jogo desde 2001. Desde então, leões e águias estiveram presentes na prova quatro e sete vezes, respetivamente.

É verdade que o Sporting jogou menos supertaças que o seu rival da Segunda Circular desde 2001, mas há um fato a reter que pode marcar o jogo do próximo domingo: os leões não perderam uma única final das quatro que disputou. E, para aumentar ainda mais a esperança dos sportinguistas para o próximo domingo, das quatro finais, os sportinguistas derrotaram por duas vezes o FC Porto (em 2007, 1-0; em 2008, 2-0) e por uma vez o Benfica (em 2015, 1-0).

Benfica que, em sete encontros do evento desde 2001, defrontou o FC Porto por duas vezes e o próprio Sporting por uma única vez. E, nas três partidas, somou três derrotas. Ou seja, o clube da Luz jamais conseguiu vencer os seus dois rivais de sempre quando disputou a Supertaça Cândido Oliveira em um único jogo, ao contrário do Sporting.

LEIA TAMBÉM
Benfica e Sporting decidem a quarta Supertaça entre si
Tira-teimas entre Benfica e Sporting na Supertaça Cândido Oliveira

Na realidade, o Benfica apenas conquistou a competição diante de rivais teoricamente mais frágeis, como aconteceu em 2005 (1-0 ao Vitória de Setúbal), 2014 (0-0, 3-2 nas grandes penalidades com o Rio Ave), 2016 (3-0 ao Sporting de Braga) e 2017 (3-1 ao Vitória de Guimarães). Além do já referido desaire com o Sporting em 2015, perdeu ainda em 2004 (0-1 para o FC Porto) e 2010 (0-2 ao FC Porto).

No próximo domingo, o clube da Luz tem possibilidades de quebrar com esta indesejada tradição, já que, desde que a Supertaça Cândido Oliveira é disputada em um único jogo, jamais venceu os seus principais rivais. Cabe ao Sporting manter a tradição…

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here