O Flamengo é a equipa que mais golos marca no Brasileirão, mas o problema da equipa de Jorge Jesus é que sofre muitos golos. No domingo, perdeu por 0-3 diante do Bahia. O clube da Gávea estava há 64 jogos sem sofrer três golos.

O Bahia não vencia o Flamengo em casa desde 2014. Para piorar o cenário, o Flamengo aparecia no domingo com a moral em alta, após a qualificação para os quartos-de-final da Libertadores da América, nas grandes penalidades e após uma excelente primeira parte.

Mas a verdade é que o clube da Gávea foi uma equipa apática e sem vontade de jogar, muito inferior aos baianos, que, justamente, venceram por 3-0, com três golos de Gilberto. No final do encontro, o avançado referiu inclusive que era flamenguista, Gilberto que foi o segundo jogador do Brasileirão a alcançar um hat trick (o primeiro foi Arrascaeta, do Flamengo, na estreia de Jorge Jesus no Brasileirão e no Maracanã, na goleada por 6-1 diante do Goiás). O último jogador a marcar três golos ao Fla foi Rafael Moura, em agosto de 2016, quando o Figueirense venceu por 4-2, para a Copa Sul-americana, em Florianópolis.

De referir ainda que o Flamengo não sofria três golos numa partida desde agosto de 2018 (foram 64 jogos sem este má registo). Em agosto de 2018, derrota por 0-3 diante do Athletico-PR na Arena da Baixada, com tentos de Pablo (10), Raphael Veiga (17) e Zé Ivaldo (21). Curiosamente, todos os três golos no primeiro tempo, como aconteceu no domingo.

Agora, para o Brasileirão e na Fonte Nova, o Bahia soma oito vitórias, o Flamengo tem sete triunfos e há ainda 12 empates entre ambas as equipas.

Jorge Jesus tem de trabalhar o movimento defensivo

Os três tentos sofridos aumentaram ainda mais um dado que Jorge Jesus terá de trabalhar nos próximos dias, o movimento defensivo, já que, desde que chegou, é a primeira vez que vai ter uma semana para trabalhar desde que começaram os jogos. Até agora, o treinador português jogou sempre de três em três dias e por isso limita-se, como já afirmou, a recuperar os seus jogadores. Aliás, ontem foi fácil de verificar a queda física dos futebolistas do Mengão.

Defesa do Flamengo sofre muitos golos
Em quatro jornadas, Jesus já sofreu quase o mesmo número de golos do que o seu anterior homólogo

No primeiro golo do Bahia foi notório ver a falha da defesa do Flamengo, concretamente de Thuler, que não acompanhou a sua linha defensiva, o que permitiu a Gilberto estar em jogo para marcar o seu primeiro tento. Um “pequeno pormenor” que só é minimizado com a rotina do treino, a “automação”, como referiu Jorge Jesus na conferência de imprensa pós-jogo.

Apesar de apresentar o melhor ataque da competição, com 25 golos, a defesa do Flamengo é hoje a 12.ª pior do Brasileirão, já que concedeu 16 golos em 13 jornadas. Um número realmente preocupante para quem tem a ambição de conquistar o campeonato brasileiro, algo que ficou mais distante no domingo, concretamente uma distância de oito pontos para com o Santos, que manteve a liderança da prova pela segunda jornada consecutiva.

À frente do Fla ainda está o Palmeiras, com mais quatro pontos, mas o pior é que, com a derrota no domingo, o Mengão de Jorge Jesus deixou outros adversários se aproximarem, com o Atlético-MG a igualar os rubro-negros na classificação geral, algo que poderá acontecer também com o São Paulo, caso vença o seu jogo da jornada, contra o Athlético-PR.

Defesa do Flamengo sofre muitos golos
Defesa do Flamengo sofre muitos golos

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here