A atriz norte-americana Pamela Anderson, de 51 anos, revelou, através da sua conta do Instagram, o fim da relação que mantinha com o defesa campeão do Mundo Adil Rami, de 33 anos, atualmente no Marselha.

Sem problemas em anunciar nas redes sociais o fim do seu relacionamento com Rami, com quem mantinha uma relação há dois anos, Pamela Anderson revela que o término de tudo deve-se a uma traição (ou mais…) cometida pelo defesa do Marseilha, que a atriz norte-americana considera de «monstro».

pub

«É difícil de aceitar. Os dois últimos anos da minha vida foram uma grande mentira. Fui enganada, levada a acreditar que estávamos apaixonados. Estou devastada por aquilo que descobri nos últimos dias, que ele vivia uma vida dupla», escreve Pamela Anderson, que questiona.

«Como é possível controlar dois corações de mulheres e mentir assim?»

A atriz norte-americana refere ainda que essa tomada de posição serve para outras mulheres não caírem na “lábia” de Adil Rami, com quem Pamela Anderson procurou terminar a sua relação no passado, algo que não aconteceu por acreditar nas palavras do defesa do Marselha.

«Ele queria casar comigo, conhecer o meu pai (…) Sinto-me usada, traída e ferida. Mas eu deveria ter percebido os sinais: ciúmes, tortura emocional e física… Era tudo um espelho das atitudes de Rami. Procurei a separação umas 10 vezes, mas ele sempre me perseguia e dizia que morreria sem mim, que iria para uma terapia, que não me machucaria novamente…»

Adil Rami foi contratado pelo Marselha ao Sevilha em 2017/2018, por cinco milhões de euros.

pub

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here